Presidente 40

por Vera Magalhães

 

Blog muda de nome e de endereço!

Caros leitores,

A volta das férias trouxe outras novidades. O blog vai mudar de nome e estará hospedado neste novo endereço.

Neste post, explico as razões da mudança e a escolha do novo nome.

Conto com sua audiência e seus comentários na página nova.

Os posts do "Presidente 40" ficarão arquivados no blog novo.

Nos vemos por lá!

Escrito por Vera Magalhaes às 15h29

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Artigo de tucano contra prévias esquenta debate

O artigo em que o ex-presidente municipal do PSDB José Henrique Reis Lobo arrasa com o processo de prévias do partido em São Paulo promete incendiar o debate que os quatro pré-candidatos à prefeitura realizam hoje na zona leste da capital.

No texto, publicado nesta quinta-feira na seção "Tendências/Debates'' da Folha (aqui para assinantes), Lobo diz que as prévias "estão metendo o partido numa encalacrada sem tamanho".

Afirma que os partidos, no Brasil, se formam "de cima para baixo, para atender necessidades de vários matizes". Por isso, diz, o PSDB deveria se ater à realidade e escolher seu candidato a partir de um consenso de suas principais lideranças, para não correr o risco de "perder de véspera simplesmente por cortejar as 'bases' do partido".

Lobo ascendeu no PSDB primeiramente por ser próximo ao governador Geraldo Alckmin, em seus primeiros mandatos. Mas, com o passsar dos anos, se tornou um integrante do grupo do ex-governador José Serra, a quem parte dos caciques tucanos querem convencer a ser candidato a prefeito.

Recentemente, os principais aliados de Serra fizeram relatos à direção nacional do PSDB de que ele não estaria mais tão irredutível no propósito de não ser candidato.

Mas a realização das prévias em 4 de março pressiona Serra a tomar uma decisão logo, algo que ele não pretende. Por isso seus aliados bombardeiam o processo, na esperança de ainda conseguir cancelá-lo.

Escrito por Vera Magalhaes às 07h40

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Aliado de Serra pede 'igualdade' em disputa por 2014

Folhapress

Um dos principais aliados do ex-governador José Serra, o ex-vice-governador Alberto Goldman, aproveitou uma reunião da cúpula do PSDB para pedir ao presidente nacional da legenda, Sérgio Guerra, "igualdade de condições" na disputa interna pela candidatura presidencial em 2014.

A reunião, que ocorreu no Diretório Estadual do partido na segunda-feira, foi programada para que se discutisse o processo de prévias que o partido realiza em 4 de março.

Além de Guerra, estavam presentes os presidentes estadual do PSDB, Pedro Tobias, o presidente municipal, Julio Semeghini, membro das executivas e vários integrantes do grupo serrista.

Diante da presença de serristas em peso, representantes dos pré-candidatos a prefeito trocaram telefonemas nervosos, pois temiam que o encontro fosse virar uma defesa da candidatura de Serra à Prefeitura.

Mas a fala de Goldman tratou de desanuviar o ambiente. O ex-vice-governador disse estar "acostumado a guerrilhas e divergências partidárias" desde que era um "velho comunista", mas afirmou que, hoje, essas disputas têm "outra natureza".

Foi então que se dirigiu a Guerra para pedir igualdade de condições. Foi aplaudido por serristas como Ieda Areias, membro da executiva estadual.

Escrito por Vera Magalhaes às 20h05

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Haddad monta agenda de pré-campanha

Alessandro Shinoda/Folhapress

O pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, foi aconselhado pelo conselho político formado para assessorá-lo a fixar uma agenda de fatos políticosd que ajudem a manter seu nome em evidência até as convenções partidárias.

Haddad poderá ir, por exemplo, a um congresso sobre políticas públicas em Xangai, em março. Seria uma forma de tirá-lo do "cercadinho" da Educação, tema com o qual esteve envolvido nos governos Lula e Dilma Rousseff, e angariar ideias para o programa de governo.

Haddad avisou os assessores que será o autor de uma parte da plataforma de governo, que pretende elaborar depois de consultas a personalidades do PT e de fora, das universidades etc. O restante do programa ficará a cargo de grupos setoriais do PT, com coordenação descentralizada.

Por ora, o ex-ministro está usando a sede nacional do PT como escritório político. Nos próximos dias, deve passar ao diretório municipal, que passou por uma reforma.

Uma incipiente equipe de comunicação está sendo formada para assessorá-lo nos primeiros meses, enquanto se negocia o pacote da campanha, que terá o marqueteiro João Santana no comando.

Escrito por Vera Magalhaes às 14h32

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

PSDB usará tablets em prévia de SP

Folhapress

O PSDB assinará nesta semana um contrato com a empresa de informática Módulo para a realização das prévias em São Paulo.

A Módulo, que presta serviços de desenvolvimento e acompanhamento do sistema de segurança das urnas eletrônicas nacional, vai fornecer os equipamentos para a realização da consulta tucana, com uma novidade: o uso de tablets para a votação.

Serão usados pelo menos 150 desses dispositivos, num sistema que funcionará da seguinte forma: o filiado digita suas informações em um tablet colocado com os mesários dos 58 diretórios zonais. Depois, dirige-se a uma cabine onde haverá outro tablet, em que aparecerão as fotos dos quatro pré-candidatos.

Para votar, o eleitor tecla na tela sobre a foto do postulante, e o voto é imediatamente computado.

Às 16h do dia 4 de março, quando será encerrada a prévia, o resultado será auferido imediatamente.

A direção municipal do PSDB planeja a realização de um grande ato público para anunciar o resultado da disputa interna. O mais provável é que o vencedor seja anunciado num evento na Câmara Municipal, com a presença de todos os caciques da legenda, comandados pelo governador Geraldo Alckmin.

Escrito por Vera Magalhaes às 17h33

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Lula costurou acordo para liderança do PT

Folhapress

O acordo que garantiu a Jilmar Tatto (SP) o posto de novo líder do PT na Câmara dos Deputados foi costurado diretamente pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em conversas na noite de segunda-feira e na manhã desta terça.

Lula ligou para pelo menos três pessoas para negociar a retirada da postulação de José Guimarães: o próprio deputado cearense, seu irmão e ex-deputado José Genoino, e o líder do governo na Câmara, Candido Vaccarezza.

O ex-presidente levou alguns fatores em conta para usar seu prestígio pessoal em prol de Tatto.

Além do fato de Guimarães ter tido seu nome envolvido no escândalo do mensalão --quando um assessor seu foi preso com dólares na cueca--, Lula considera Tatto uma peça importante no xadrez eleitoral de São Paulo.

Não só pelo fato de o deputado ter retirado sua pré-candidatura para apoiar Fernando Haddad, mas também pelo seu peso político na capital e por ser um dos maiores defensores da estratégia, entabulada por Lula, de tentar fechar um acordo do PT com o prefeito Gilberto Kassab.

A ideia de se aliar a Kassab enfrenta forte resistência em setores do PT, e Tatto seria um nome de peso para ajudar a construir essa saída, caso as negociações avancem.

Escrito por Vera Magalhaes às 14h22

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

O inferno astral de Wagner

Folhapress

A crise desencadeada pela greve dos policiais militares não é o único infortúnio a marcar o começo de ano do governador da Bahia, Jaques Wagner, que, em entrevista à Folha publicada nesta segunda-feira (disponível aqui, para assinantes do jornal e do UOL), disse que não vai conceder anistia nem negociar com PMs "bandidos".

Além do turbilhão doméstico, Wagner, um dos mais proeminentes governadores petistas, enfrenta a perda de seu prestígio na ocupação de espaços no governo Dilma Rousseff.

Em um mês neste ano, Wagner perdeu dois indicados seus no governo: o ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, petista mais cotado para sua sucessão, e, agora, o ex-ministro das Cidades, Mário Negromonte --que, a despeito de ser do PP, contou com a chancela do petista para ser nomeado por Dilma.

Diferentemente do tom de "prendo e arrebento" que adotou na greve dos policiais, nesses dois casos Wagner adotou a postura do "tô nem aí". Fez de conta que as saídas dos dois apadrinhados não lhe dizia respeito nem o abalava.

Mas o fato é que 2012 começou testando o poder de fogo do governador baiano. Tais acontecimentos podem ter influência na composição da aliança que vai se formar em torno do petista Nelson Pelegrino, para a prefeitura de Salvador, e na sucessão de Wagner, daqui a dois anos, como mostrou hoje o Painel, da Folha (aqui, para assinantes).

Escrito por Vera Magalhaes às 16h59

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

De volta!

Olá, leitores.

Estou de volta das férias, depois de um mês fora. Nesse período, o blog esteve muitíssimo bem servido com o talento, as informações e os bastidores de Bernardo Mello Franco.

Volto com alguns assuntos mais ou menos no pé em que estavam quando saí: indefinição na aliança PSDB-PSD --com a variante PSD-PT-- em São Paulo, reforma ministerial engatinhando e brigas na base partidária por conta de cargos.

Pretendo trazer novidades para este espaço o mais rápido possível.

É bom estar de volta ao convívio diário de vocês. Ao trabalho!

Escrito por Vera Magalhaes às 16h40

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Deputado aponta 'tragédia de erros' em Pinheirinho

Alan Marques - 22.fev.2011/Folhapress

Antes de vestir o terno para a abertura do ano legislativo, nesta quinta-feira, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) fez uma escala em São José dos Campos (SP) e participou do ato contra a remoção dos moradores de Pinheirinho.

"Estou abrindo meu ano aqui, que é onde um parlamentar deve estar", justificou.

Sobre a desocupação, ele disse: "Foi uma tragédia de erros. O governo e a Justiça existem para solucionar os problemas. Neste caso, só conseguiram agravá-los".

Escrito por Bernardo Mello Franco às 21h37

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Garcia, ghost writer de Dilma em Cuba?

Pedro Ladeira - 27.abr.2010/Folhapress

O ex-prefeito carioca Cesar Maia (DEM) voltou a mirar o assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia (foto).

Ele acusa o petista de estar por trás das críticas de Dilma Rousseff à base americana de Guantánamo, em visita oficial a Cuba.

"Para quem impediu o presidente Lula de depositar flores em Tel Aviv para o fundador do sionismo e abriu as portas da embaixada do Brasil em Honduras para uma tentativa de re-golpe e guerra civil, fazer a presidente Dilma falar em Guantánamo em Cuba é pinto", diz Cesar.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 19h29

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Para petistas, Kassab quer ministério em 2013

Juca Varella - 25.jan.2012/Folhapress

Articuladores envolvidos na pré-campanha de Fernando Haddad têm um palpite sobre as intenções do prefeito Gilberto Kassab com o PT.

Prestes a ficar sem mandato, o prefeito estaria de olho num ministério do governo Dilma Rousseff em 2013.

Com isso, Kassab formalizaria a adesão do PSD à bancada governista e garantiria visibilidade para disputar o governo de São Paulo em 2014.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 18h45

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Radioterapia afasta Lula do jogo eleitoral

Sérgio Lima - 24.jan.2012/Folhapress

Lula sentiu o baque da radioterapia.

Segundo um dirigente do PT, ele começou a semana afônico e terá que dar uma pausa nas articulações eleitorais para cuidar da saúde.

O blog deseja uma boa recuperação ao ex-presidente.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 22h22

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Marta mira em Kassab e atinge Lula e Haddad

Renato Araújo/Agência Brasil

Preterida por Lula e pelo PT na sucessão municipal, a senadora Marta Suplicy rompeu o silêncio e declarou guerra às negociações de Lula e do PT com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD).

Em sua coluna deste sábado na Folha, "Incompetentes e truculentos", ela acusa o prefeito de "desprezar e desrespeitar" favelados, abandonar o centro, boicotar o Bolsa Família e guardar "bilhões" nos bancos enquanto "a pobreza grassa solta na cidade".

"Não sobram áreas para a dupla PSDB-Kassab atentarem contra os menos favorecidos de São Paulo", sentencia, numa frase que identifica o prefeito como inimigo dos pobres e o associa aos tucanos, maiores adversários do petismo em São Paulo e no Brasil.

Ao abrir fogo contra Kassab, Marta atinge os dois aliados que frustraram seu sonho de disputar a eleição: Lula, que iniciou e incentiva a aproximação, e o pré-candidato Fernando Haddad, que vacila em assumir um discurso de oposição ao prefeito.

De quebra, a senadora joga gasolina na fogueira da militância do PT, que resiste à ideia de dividir palanque com o rival histórico.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 23h32

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Sociólogo 'popstar' vai cantar rap contra o capital

Divulgação - 24.jan.2011/Fórum Social Temático

DE PORTO ALEGRE - Tratado como popstar no Fórum Social Mundial, o sociólogo português Boaventura Sousa Santos preparou uma novidade para este ano.

Na noite de sábado, ele vai cantar trechos de um livro de sua autoria em ritmo de rap. (Na foto acima, ele ensaia com rappers gaúchos.)

Conhecido pelas previsões contundentes sobre a derrocada do capitalismo, Boaventura roubou a cena ontem em debate com o ministro Gilberto Carvalho.

Cobrou mais abertura do governo Dilma Rousseff para os movimentos sociais, avisou que o mercado pode impor novas ditaduras no mundo e se disse pronto para embarcar em "lutas ilegais" --mas pela "via pacífica", como fez questão de ressalvar.

Logo no início da palestra, o intelectual garantiu a simpatia do público feminino com um gracejo: "Dói-me ver tanta mulher no auditório e nenhuma na mesa". Saiu aplaudido de pé.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 15h26

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Organizador do Fórum dá mãozinha a Marina Silva

Rogerio Cassimiro - 08.jun.2005/Folhapress

DE PORTO ALEGRE - Idealizador e um dos principais organizadores do Fórum Social Mundial, o empresário Oded Grajew (foto) usou o evento deste ano para dar uma mãozinha à amiga Marina Silva.

Depois de apoiar a campanha da ambientalista à Presidência da República, ele abriu as portas do encontro para a ex-senadora, que pela primeira vez veio a Porto Alegre sem mandato e sem partido político.

Grajew ainda participou de ao menos três debates com Marina. Nesta sexta-feira, o tema era "desadaptação criativa", verbete do marinês catalogado pela Folha em 2010.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 00h39

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog Presidente 40 Blog da Folha com notícias, análises e bastidores da política nacional, coordenado por Vera Magalhães, repórter especial do jornal em São Paulo.
Twitter Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.