Presidente 40

por Vera Magalhães

 

Skaf na campanha anti-Tiririca

“Se eu pintasse a minha cara de palhaço, vocês votariam em mim?”, pergunta o candidato Paulo Skaf no programa eleitoral que irá ao ar na noite desta quarta-feira. Como havia informado a coluna Mônica Bergamo, o socialista é mais um a engrossar a campanha anti-Tiririca, pregando o “voto levado a sério”.

Escrito por Daniel Roncaglia às 19h42

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Paródia de 'Rebolation' vira jingle em campanha

Políticos já tiveram que dançar o "Rebolation" em programas humorísticos. Agora o hit do carnaval 2010, do grupo Parangolé, invade também a campanha eleitoral.

O ritmo serve de jingle para o candidato a deputado estadual Pereira Metalúrgico pelo PDT-SP. A paródia é ouvida principalmente nas ruas da cidade de Guarulhos.

Ele não é o primeiro a se destacar pelo jingle. Lady Gaga, Beyoncé, e o Queen também apareceram em campanhas de outros candidatos.

Escrito por William Magalhães às 17h32

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Famosos que posaram nus tentam carreira na política

Simony, Andréia Schwartz, Mulher Melão, Dinei e Vampeta estão entre os famosos que posaram nus em revistas como Playboy, Sexy e G Magazine e estão tentando carreira na política nas eleições de outubro.

A cantora Simony é candidata a deputada estadual pelo PP de São Paulo. Mulher Melão, por sua vez, tentará uma cadeira na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro pelo nanico PHS.

Apontada como testemunha-chave no escândalo que derrubou o ex-governador de Nova York Eliot Spitzer, a brasileira Andréia Schwartz (PRP) disputa uma vaga de deputada estadual pelo Espírito Santo.

Já os ex-jogadores Vampeta e Dinei disputam, respectivamente, as vagas de deputado federal pelo PTB de São Paulo e de deputado estadual pelo PDT de SP.

Escrito por Tathiana Barbar às 11h41

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Serrinha

Sucesso nas eleições de 2008, quando foi indicado como um dos motivos pela vitória de Gilberto Kassab na disputa pela Prefeitura de São Paulo, o personagem “Kassabinho” voltou na disputa deste ano hoje, mas agora como “Serrinha”. A presença do personagem já estava prevista pela equipe de comunicação José Serra e faz parte da ideia de dar uma ar menos elitista ao tucano.

Escrito por Daniel Roncaglia às 23h08

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Collor mantém referência a Lula e Dilma em jingle

Apesar de o PTB apoiar José Serra (PSDB) para a Presidência da República, o candidato do partido ao governo de Alagoas, Fernando Collor, ainda faz referências indiretas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à petista Dilma Rousseff em sua campanha, informa o repórter Cirilo Junior.

O refrão do jingle chamado "Volta pra casa" diz: "Com ele eu tô, com ela eu vou, sou 14, sou Fernando Collor pra governador".

Em julho, a Justiça Eleitoral proibiu que Collor citasse Lula e Dilma na propaganda eleitoral. Um jingle, que tinha em um dos refrões o trecho "Lula apoiando Collor, e Collor apoiando Dilma pelos mais carentes", foi retirado do ar.

O PT está coligado, em Alagoas, com o ex-governador Ronaldo Lessa (PDT). O pedetista usa a imagem do presidente Lula nos panfletos eleitorais. Nos programas de TV, no entanto, Lula não pede votos para Lessa. O presidente gravou depoimento de apoio apenas para o senador Renan Calheiros (PMDB), candidato à reeleição.

 

Escrito por Hudson Correa às 19h54

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Campanha de ex-ministro faz alusão à maconha

Ex-ministro do Meio Ambiente do governo Lula (2008 a 2010) e candidato a deputado estadual pelo PT no Rio, Carlos Minc distribui na campanha ao menos 30 mil adesivos com alusão à maconha e aos "aviõezinhos" do tráfico, ou seja, a adolescentes e crianças que levam droga de um lado para outro até que elas cheguem aos usuários.

Em um dos adesivos, o que traz imagem semelhante a uma muda de maconha, Minc destaca que "usuário não é criminoso".

Noutro diz que "com UPP [Unidade de Polícia Pacificadora], saúde e educação, criança não vira avião".

Minc já defendeu publicamente a legalização da maconha.

 

Escrito por Hudson Correa às 16h51

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Filhos gravam clipe para campanha de Marta

Os três filhos da candidata ao Senado Marta Suplicy (PT), João, André e Supla, fizeram uma música e gravaram um clipe para a campanha da mãe, conforme antecipou ontem a coluna de Mônica Bergamo.

"Vi minha mãe sair pra luta/ Vi minha mãe se distanciar/ Vi minha mãe sair do lar/ Para ao povo se dedicar", diz trecho da música.

O vídeo vai ao ar na propaganda de hoje à noite.

Escrito por Tathiana Barbar às 15h35

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Lady Gaga do Brega pede votos para candidato no AM

Uma versão da música "Bad Romance" foi feita pela Lady Gaga do Brega para um candidato no Amazonas.

O senador Alfredo Nascimento disputa o governo do Estado pelo PR.

Escrito por Tathiana Barbar às 12h47

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

De molho nada!

A candidata do PT à Presidência comentou na manhã desta segunda, em São Paulo, o acidente que teve quando terminava a caminhada matinal, na esteira ergométrica.
Ela torceu o pé e precisou colocar uma bota imobilizadora, com a qual deve ficar por pelo menos uma semana.
A candidata explicou que foi sair da esteira ainda em funcionamento e torceu o pé. "Eu caí e tive os ligamentos moderadamente afetados", disse ela.
Dilma afirmou que não irá cancelar agendas. "Não doeu muito. Doeu na hora. Estou com medo de o pé estar inchando, porque fiquei com ele para baixo. Tenho, por ora, como ainda tenho comício hoje, de ficar com ele para cima", disse. 

Escrito por Ana Flor às 16h41

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

"Tira a calça jeans, bota o fio dental"

Quem se lembra do grupo de pagode "Os Morenos"? E do vocalista Vágner Bastos, o Waguinho?

Um dos hits da banda era "Marrom Bombom" (essa cantada por outro integrante do grupo, Alex Alves), com a célebre estrofe: "tira a calça jeans, bota o fio dental. Morena você é tão sensual". Lembrou?

Pois é. Waguinho virou candidato a senador pelo PT do B no Rio e está profundamente mudado.

Em 1999, após três dias desaparecido, foi localizado pela polícia sozinho em um motel na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). Familiares pensaram que ele tinha sido sequestrado, mas o cantor disse que havia tomado tranquilizantes e caído no sono.

Longe dessa imagem do passado, Waguinho diz que se transformou "pela fé em um homem evangélico".

No site oficial do cantor-candidato há até um depoimento do cantor Belo.

Escrito por Hudson Correa às 14h09

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Versão da música "Macarena" é feita para candidato petista

Uma versão da música "Macarena" foi feita para o deputado federal Cândido Vaccarezzacandidato do PT à reeleição.

O vídeo conta com as participações do presidente Lula, da candidata do PT ao Planalto, Dilma Rousseff, e da candidata do partido ao Senado, Marta Suplicy, em performances inusitadas.

"Em outubro meu amigo não esqueça, deputado federal é Vaccarezza. 1312 guarde isso na cabeça, eeee Vaccarezza."

Escrito por Tathiana Barbar às 12h41

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

'Foi o Menem que fez!'

O vídeo acima é uma extensa compilação de propaganda eleitoral de TV na Argentina, comentada pelo historiador e professor da UBA (Universidade de Buenos Aires) Felipe Pigna.

O passeio começa com Hipólito Yrigoyen (duas vezes presidente do país nas décadas de 20 e 30), passa por Raúl Alfonsín, primeiro civil eleito após a ditadura militar e que, segundo Pigna, foi o primeiro a ser "vendido como um produto".

Sensacional ainda o "Menem lo hizo", que só não foi uma cópia descarada do "Maluf que fez" porque o marqueteiro era o mesmo --o brasileiro Duda Mendonça (o ex-presidente argentino Carlos Menem perdeu aquela eleição, a de 1999).

Mas a cereja no bolo é Fernando de la Rúa, eleito em 1999 e que, dois anos depois, teve de fugir da Casa Rosada de helicóptero em meio a intensas manifestações populares (o país vivia uma crise econômica sem precedentes).

Escrito por Alec Duarte às 18h49

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Site ajuda eleitor a escolher deputado federal

O eleitor que ainda não decidiu em quem votar para deputado federal em outubro agora tem ajuda on-line para escolher um candidato, ao menos entre aqueles que tentam a reeleição.

O site Extrato Parlamentar oferece uma ferramenta que calcula a afinidade entre o internauta e os deputados.

O eleitor poderá saber quais políticos pensam de forma mais parecida com ele. O internauta diz se é favorável ou contrário a 12 projetos que tramitaram na Câmara, e o site compara as respostas com os votos de cada deputado.

Escrito por Tathiana Barbar às 11h18

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

PSB lança Disque-Skaf

O candidato do PSB ao governo de São Paulo, Paulo Skaf, lançou um novo canal de comunicação com os eleitores: o Disque-Skaf.

Na central de atendimento telefônico (11 - 4040-4140), o público pode deixar mensagens para o candidato e se tornar um colaborador --para dar suporte a campanhas de rua e carreatas.

Escrito por Tathiana Barbar às 14h36

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Taxista candidato pede votos durante corrida

Taxista, o candidato a deputado estadual por São Paulo Mesquita (PTN) faz campanha durante o trabalho.

O jornalista Toni Sciarretta, repórter de Finanças da Folha, teve a sorte de entrar justamente no táxi de Mesquita.

O nosso repórter, além de pagar a corrida e receber santinhos, teve que ouvir, durante o trajeto, as propostas do candidato para a área da educação.

Escrito por Tathiana Barbar às 12h13

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Trio rua-suja

Três políticos do PMDB, da família Picciani, lideram o ranking de candidatos que mais tiveram placas irregulares de campanha apreendidas no Rio pela Justiça Eleitoral.

Presidente do PMDB do Rio, Jorge Picciani, candidato a senador, teve 220 placas retiradas das ruas. Outras 324 eram de seus filhos Leonardo, que disputa vaga na Câmara, e Rafael, candidato a deputado estadual.

O Tribunal Regional Eleitoral classificou como "candidatos ruas-sujas" os políticos que instalam placas em locais proibidos, fazendo acumular "lixo e poluição eleitoral". 

 

Escrito por Hudson Correa às 20h01

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Lula mobiliza Suzano e todos aproveitam para fazer campanha

A aparição do presidente Lula mobilizou a cidade de Suzano, na Grande São Paulo, hoje de manhã. Milhares de pessoas se aglomeraram à espera dele, que participou da inauguração de uma escola técnica, a primeira com nível de ensino superior no município. Crianças chegaram a invadir a área reservada para a imprensa. Tudo para ficar mais perto do presidente.

E Lula não decepcionou. Chegou de helicóptero, acenando e levantando poeira. A multidão, quase em êxtase, recepcionou o presidente aos gritos de "Ô Lula, cadê você? Eu vim aqui só para te ver!". Ele retribuiu o carinho ao subir no palco aparentemente emocionado. Depois, pegou uma criança no colo e posou para fotos.

Mas, em tempos de eleição, multidão comovida e emocionada passa a ser sinônimo de oportunidade para políticos em busca de votos. E eles não pouparam esforços. Do palanque, o prefeito de Suzano, Marcelo Candido (PT) atacou as gestões do PSDB no Estado de São Paulo e citou _ uma a uma_ as plataformas eleitorais de Dilma Rousseff, candidata petista à Presidência da República.

As críticas constantemente feitas pelo senador Aloizio Mercadante, candidato do PT ao Palácio dos Bandeirantes, à política educacional promovida pelo governo do Estado, foram endossadas em discurso do ministro da Educação, Fernando Haddad.

O incentivo às candidaturas petistas não ficou só nas insinuações dos discursos pollíticos. A militância também levou o nome, número e partido de políticos ao palanque montado para Lula. Maria Paula Autran e Marina Mesquita, trainees da Folha, flagraram pessoas com camisetas do PT e bóttons da candidata ao Palácio do Planalto.

A organização do evento tentou barrar eleitores com propaganda de partidos ou candidatos. A reportagem encontrou, inclusive, gente irritada por não ter conseguido entrar, como  Marleide de Deus Fernandes que foi obrigada a guardar a camisa do PDT, partido aliado ao PT, dentro da bolsa.

Mas nenhum esforço de propaganda bateu o despendido pela candidata a deputada federal Elaine Abissamra. Esposa do prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Jorge Abissamra, ela contratou um rapaz para sobrevoar a área do evento com um paraglider com seu número _em vermelho_ estampado em faixa.

A cereja do bolo da performance eleitoral de Elaine é que Jorge Abissamra, o marido da candidata, estava no palanque do evento, ao lado do presidente Lula e dos ministros.

Escrito por Daniela Lima às 16h42

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Candidato preso tinha apoio de Lula

Candidato a senador pelo Amapá, Waldez Góes (PDT), preso na Operação Mãos Limpas da Polícia Federal nesta sexta-feira, tinha apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula aparece em programa eleitoral na TV (no vídeo a partir de 45 segundos) pedindo votos ao candidato.

Góes está preso sob acusação de participar de uma quadrilha que desviava dinheiro da Educação. Também foi preso o governador Pedro Paulo Dias (PP), candidato à reeleição, além de mais 16 pessoas, entre servidores públicos e empresários.

Escrito por Hudson Correa às 12h06

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Roriz sai às ruas para minimizar estrago de 'ficha-suja'

Barrado pela Lei da Ficha Limpa, o candidato ao governo do Distrito Federal Joaquim Roriz (PSC) tenta minimizar o estrago saindo às ruas.

Ele vai deixar o discurso de se valer de obras de seus mandatos para priorizar uma mensagem muito mais simples: "sou candidato".

Roriz quer evitar a debandada de aliados e doadores, que temem investir numa campanha contestada pela Justiça.

Antes de ser considerado "ficha-suja", ele tinha cinco vezes mais doações que o adversário Agnelo Queiroz (PT). Agora, o petista tem R$ 2,2 milhões arrecadados, ante R$ 1,8 milhões de Roriz, que também despencou nas pesquisas.

Roriz foi alvo de impugnação por ter renunciado ao cargo de senador, em 2007, para escapar de processo de cassação. Ele era acusado de ter quebrado decoro parlamentar, após ter sido flagrado em conversa telefônica, discutindo a partilha de cheque de R$ 2 milhões. Roriz alega que se tratava de uma discussão para comprar uma bezerra.

Escrito por Tathiana Barbar às 11h35

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Jr. quer ser (como) o pai

“Quatro-três-meia-trêêêês / é Ricardo Izar / outra veeeeez”.

O jingle de Ricardo Izar fala em “outra vez”, mas na verdade é a primeira.

Trata-se de Ricardo Izar Jr., filho de Ricardo Izar, antigo deputado federal por São Paulo e presidente do Conselho de Ética da Câmara, morto em 2008.

O eleitor terá que fazer um esforço para perceber que se trata de um parente: além de estar lá no final do jingle a citação de que se trata do filho, o “Jr.” dos banners aparece beeeem discretamente ao lado das letras garrafais do nome do candidato.

Ricardo Izar Jr. nunca exerceu nenhum mandato e tenta uma vaga no Congresso pelo PV-SP.

 

Escrito por Fernando Gallo às 16h52

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Feitiço do tempo

No programa de Dilma Rousseff, hoje ainda é terça-feira. O comando da campanha da petista levou ao ar o mesmo programa exibido no dia 7 de setembro.  "Hoje, o Brasil comemora 188 anos de independência", diz o apresentador. Na TV, a própria Dilma e o presidente Lula fizeram menção ao dia da Independência como se fosse hoje. "Neste Sete de Setembro, reafirmo meu compromisso como povo brasileiro", diz a candidata. Apenas uma legenda informa que o programa era o mesmo de dois dias atrás.  

Escrito por Catia Seabra às 15h28

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Mais vale um ficha-tosca na mão...

... do que dois fichas-limpas voando?

É esse espírito que embala o site Ficha Tosca, criado para facilitar a vida daqueles que têm uma queda pelos vídeos mais bizarros da corrida eleitoral.

Surgiu como canal "para o internauta expressar sua opinião sobre os vídeos de campanha dos candidatos à eleição de 2010".

Na prática, reúne pérolas do horário eleitoral, vide a propaganda "picante" de Jeferson Camillo. Também aceita montagens inspiradas --uma delas feita a partir do jingle (de verdade) "Macarezza", mistura da música "Macarena" com o nome do líder do governo na Câmara dos Deputados e candidato à reeleição, Cândido Vacarezza.  

Como são os próprios internautas que abastecem o site, a seleção é democrática --vai do presidenciável José Serra (PSDB) a Chupetinha (PTB), que tenta se eleger deputado estadual no Espírito Santo e pede ao "papai" e à "mamãe" para pôr "Chupetinha na cabeça".  

O acervo é farto...

Escrito por Anna Virginia às 14h29

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Cabo eleitoral mirim

O comando da campanha de Dilma Rousseff disparou mensagens para anunciar o nascimento do neto da candidata, Gabriel.

Quinta-feira, 09 de setembro de 2010

Olá,
 
Dilma recebeu hoje uma notícia muito especial. Gostaríamos de compartilhá-la com você!

Nossa candidata se tornou avó. Nasceu no Rio Grande do Sul seu primeiro neto, Gabriel. A nova mamãe é Paula, filha única de Dilma.

Gostaríamos de convidar você a enviar uma mensagem para Dilma e sua família. Participe deste momento tão emocionante e conte a novidade a seus amigos e amigas. Clique aqui para dar os parabéns para a mais nova vovó do Brasil. 

Para mais informações, acesse www.dilma13.com.br.

Um abraço,
Equipe Dilma13

Escrito por Catia Seabra às 13h18

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Voto póstumo

"Meu voto para deputado estadual é de André Lazaroni, 15555". Em época de eleições, seria uma mensagem normal do ex-vereador do Rio Claudinho da Academia (PSDC), se ele não estivesse morto há dois meses.

Acusado de ser patrocinado pelo narcotráfico na favela da Rocinha, Claudinho morreu vítima de enfarto.

Uma ex-assessora, que diz ter autorização da família, manteve o site do ex-vereador na internet www.claudinhodaacademia.com.br e publicou a mensagem póstuma.

O deputado André Lazaroni (PMDB), de terno na foto, foi indicado como sucessor de Claudinho, mas nega qualquer ligação com o tráfico. Candidato à reeleição, ele mandou fazer 20 mil exemplares de um jornal de campanha, onde se apresenta como sucessor e indica aos eleitores o site de Claudinho.

Presidente da associação de moradores, que aparece no meio da foto, Leonardo Rodrigues Lima diz que o tráfico não interfere na campanha na Rocinha. Segundo ele, outros candidatos não comprometidos com a comunidade lançaram a calúnia contra Lazaroni. 

A Justiça Eleitoral, porém, recebeu denúncia de que só o deputado pode fazer campanha por lá. 

Claudinho, de camisa branca na foto, teve apoio em 2008 do chefe do tráfico para se eleger vereador, segundo acusação do Ministério Público Eleitoral. Ele sempre negou. 

O comando do tráfico na Rocinha é de Antônio Francisco Bonfim Lopes, conhecido como Nem. Ele esteve envolvido em agosto na troca de tiros com a polícia em São Conrado, zona sul, quando dez bandidos fizeram 35 reféns em um hotel.   

Escrito por Hudson Correa às 11h21

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Mara Maravilha não deixa marido falar na TV

O candidato é o marido, mas ele não tem vez no horário eleitoral.

Mara Maravilha rouba a cena na propaganda de Alessander Vigna, candidato a deputado federal pelo PRB.

No programa, ele é apresentado pela cantora como o "servo de Deus".

Escrito por Tathiana Barbar às 11h18

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Tem de participar

A campanha de Dilma Rousseff (PT) a presidente da República enviou esta manhã mensagem a internautas com um aviso de que a candidata tornou-se avó.

"Dilma recebeu hoje uma notícia muito especial. Gostaríamos de compartilhá-la com você! Nossa candidata se tornou avó. Nasceu no Rio Grande do Sul seu primeiro neto, Gabriel. A nova mamãe é Paula, filha única de Dilma", diz trecho do e-mail. Segundo o site da petista, Gabriel nasceu às 6h41 desta quinta-feira com 3,9 kg. O e-mail foi encaminhado antes das 10h, pouco mais de três horas após o nascimento do menino.

Mas não basta dar a notícia, é preciso interagir. Então, os internautas são convidados a participar "deste momento tão emocionante" e contarem a "novidade" aos amigos e amigas, além de irem até o site da candidata para deixar uma mensagem a ela. Na página, onde está escrito "parabéns à nova vovó", o internauta precisa deixar nome, e-mail e CEP antes de escrever a mensagem de felicitação.

Escrito por Evandro Spinelli às 11h02

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

45, pede pra entrar!

Waldir Soares de Oliveira, vulgo Delegado Waldir, assumiu o papel de Capitão Nascimento no horário eleitoral goiano.

Candidato a deputado federal pelo PSDB, ele atira para tudo o que é lado durante 30 segundos. E isso não é maneira de falar. 

Com os dedos, Waldir simula uma arma apontada para a câmera. Efeitos de pós-produção --como os recursos que o "CQC" usa para pôr nariz de palhaço sobre o rosto de políticos-- passam a impressão de que a tela é atingida pelas balas de mentirinha.

O número da candidatura, 4500, casa direitinho com a ideologia 'bang-bang': "45 no calibre e 00 para a algema do bandido". 

Algumas das bandeiras do delegado: agir contra a lei da palmada, impor trabalho obrigatório ao preso e reduzir a maioridade penal.

Escrito por Anna Virginia às 16h07

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Pampa do vôlei tenta vaga na Câmara

O ex-jogador de vôlei Pampa quer entrar na política. Ele tenta pelo PV uma vaga de deputado federal nas eleições de outubro.

Em seu site, Pampa é apresentado como o candidato do esporte. Como bordão, ele adotou a frase "Eu tô a Pampa, e vc?".

Escrito por Tathiana Barbar às 12h58

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Atores de 'Tropa de Elite' apoiam candidato do PSOL no Rio

O programa de Marcelo Freixo, deputado estadual pelo PSOL no Rio e candidato à reeleição, conta com a participação de Wagner Moura, Maria Ribeiro e André Ramiro, atores de "Tropa de Elite".

Na segunda parte do filme, Freixo inspira o personagem Diogo Fraga, vivido por Irandhir Santos.

 

Escrito por Tathiana Barbar às 10h52

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Gabeira em outros tempos

O vereador carioca Alfredo Sirkis (PV) acaba de jogar uma pérola no Youtube. É uma edição de cenas da primeira campanha de Fernando Gabeira a governador do Rio, em 1986.

O verde concorria pelo PT, que hoje apoia seu adversário Sérgio Cabral (PMDB). A eleição foi vencida por Moreira Franco (PMDB), e Darcy Ribeiro (PDT) ficou em segundo lugar.

Eram tempos diferentes: Gabeira ainda se apoiava nas causas libertárias e na chamada política do corpo - uma agenda ligada à geração de 68 e à retomada da democracia no Brasil.

O vídeo mistura três momentos marcantes: o abraço ecológico à Lagoa Rodrigo de Freitas, a manifestação "Fala Mulher" no centro e o show que reuniu nove entre dez artistas no Canecão para apoiar o candidato.

No ato feminista, Gabeira exalta a mulher "que quer viver plenamente a sua sexualidade, e só encontra má vontade e repressão dos homens que não conseguiram se libertar".

Nem tudo mudou: as cenas do show mostram que a maior estrela foi Caetano Veloso, que continua a pedir votos para o amigo 24 anos depois.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 22h33

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Cansado de 'palhaçada', Maguila nocauteia Tiririca no horário eleitoral

O ex-pugilista Maguila, candidato pelo PTN a deputado federal, fez um clone de Tiririca (PR) beijar a lona.

No horário eleitoral desta quinta-feira, o grandalhão nocauteou um saco de boxe que remete à figura do adversário na corrida pela Câmara dos Deputados. Antes, fez um apelo: "Chega de palhaçada, política é coisa séria".

Não foi o único a se indispor com a candidatura de Tiririca --aposta do PR como puxador de votos para a legenda.

Hiram Jr. (DEM), por exemplo, pede basta a "tiriricas e coronéis". Já o PSC questionou ontem, na rádio, se o eleitor confiaria "num comediante para decidir o valor dos impostos".

Escrito por Anna Virginia às 21h52

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

"Vai dar tudo certo"

José Serra, candidato do PSDB à Presidência, já teve seus dias de ator de teatro quando jovem. A habilidade de atuar, no entanto, não inclui, necessariamente, a habilidade de cantar. Ontem, em visita a uma feira evangélica, em São Paulo, Serra arriscou alguns versos de um verdadeiro hino do otimismo, apropriado para sua posição atual de desvantagem nas pesquisas de intenção de voto: a música "Vai dar tudo certo", de Waldecy Aguiar. A letra, pelo menos, é bem sugestiva:

"Vai dar tudo certo (bis) / Se a gente colocar nossa fé em ação / Vai dar tudo certo"

No fim, pediu ao grupo gospel uma "música pagã". A pedida veio do jazz, com "Summertime".

Escrito por Breno Costa às 20h58

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Ciro Gomes pede votos para Skaf na TV

Convencido a sair da corrida presidencial, Ciro Gomes apareceu pela primeira vez ontem pedindo votos para o candidato de seu partido ao governo de São Paulo, Paulo Skaf (PSB), a quem chamou de "homem notável".

"Não sou de pedir votos para qualquer um, mas por Skaf eu garanto e assino embaixo", disse Ciro. Ele aproveitou ainda para exaltar seu partido, que tem "os melhores governadores do Brasil, Eduardo Campos (PE) e Cid Gomes (CE), e os melhores prefeitos de capitais, Luciano Ducci (Curitiba) e Márcio Lacerda (Belo Horizonte)".

 

Escrito por Tathiana Barbar às 12h33

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Barraco na rede

No twitter, o perfil atribuído ao deputado estadual Jardel Sebba traz a ameaça de denunciar, publicamente, um candidato a deputado federal por não ter honrado compromi$$o$ numa dobradinha de campanha. Tucano, Sebba está no terceiro mandato em Goiás. Nas mensagens que levam seu nome, diz: "Espero não ter que denunciar publicamente o calote que estão tentando me dar numa dobradinha. Quero distância de bandido. Tento ser sério".

jardelsebba45

  1. O povo quer participar do resgaste da maior traição da história de Goiás. Nunca antes na história deste estado, houve tanta ingratidão

Escrito por Catia Seabra às 12h25

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Em blog, casseta recua de crítica a Dilma

O humorista Claudio Manoel, da turma do "Casseta & Planeta", recuou de crítica que fez à candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff. 

"Piada é feedback e a da Dilma/Dunga saiu pela culatra", disse o humorista em texto publicado hoje no blog que mantém na internet.

Em post publicado dia 1º de setembro, ele comparou a candidata ao ex-técnico da seleção Dunga.

"Achei que estava sendo crítico e engraçado, pra alguns fui, pra maioria absoluta, não", postou.

A "piada" em questão recebeu mais de 500 comentários --com diversas críticas-- e virou palanque para partidários de Dilma e Serra.

O humorista pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos, mas não estendeu seu arrependimento aos que, em sua opinião, "têm os Chávez da vida no coração".

Em programa que foi ao ar no rádio dia 2 de setembro, a propaganda de José Serra (PSDB) também comparou a petista ao ex-técnico da seleção brasileira.

Claudio Manoel disse que não vai mais tratar das eleições no blog.

Escrito por Elton Bezerra às 17h45

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

'Sou PT e socialista'

Após 8 anos de governo PT aplaudido pelo mercado financeiro e rejeitado por intelectuais de esquerda, a candidata a deputado estadual Zeidan (PT-RJ) decidiu resgatar discurso da origem do partido. Ela encerra todas as suas inserções de 10 segundos com o bordão: "Sou PT e socialista". Será raridade?

Escrito por Italo Nogueira às 17h01

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Petista global

Não contente com uma paródia do programa “Mais Você”, da apresentadora Ana Maria Braga, exibida no dia 18 de agosto, Ideli Salvatti, candidata do PT ao governo de Santa Catarina, voltou a usar um programa da TV Globo como inspiração para o horário eleitoral. Desta vez, foi a abertura da novela das 8h que está no ar, “Passione”. A petista copiou literalmente o logotipo da novela para a propaganda que foi ao ar hoje. Veja acima o logo da novela e abaixo o de Ideli.

 

 

 

Escrito por Daniel Roncaglia às 16h36

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Mais uma vez, Caetano

Fernando Gabeira (PV), candidato ao governo do Rio, recorreu mais uma vez à trilha sonora de Caetano Veloso. Desta vez, a música escolhida foi "Oração ao Tempo", usada como fundo para fotos da história do deputado exibidas no programa de TV de hoje (06/09) do candidato verde ao governo do Rio. Na eleição para a Prefeitura do Rio, o cantor e compositor apareceu duas vezes no programa do então candidato verde. As canções escolhidas à época foram "Amanhã" e "Cidade Maravilhosa". A nova aparição está aos 3 minutos e 48 segundos do vídeo acima.

Escrito por Italo Nogueira às 14h26

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Campanha de Yeda recicla slogan usado por Lula

Marqueteiros da candidata à reeleição no Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), decidiram reciclar o slogan usado por Luiz Inácio Lula da Silva à época do escândalo do mensalão.

A campanha de Yeda adotou a estratégia para tentar reduzir a rejeição do eleitorado, alimentada, segundo pesquisas internas, pelas denúncias de corrupção contra a governadora.

O refrão do novo jingle da tucana é: "Deixa a Yeda trabalhar".

Escrito por Tathiana Barbar às 12h54

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Ex-cara-pintada lidera caixa de campanha

Então presidente da Une (União Nacional dos Estudantes), Lindberg Farias liderou o movimento dos jovens caras-pintadas que saiam às ruas, com pinturas verdes e amarelas nos rostos, pedindo o impeachment do presidente Fernando Collor em 1992.

Agora candidato a senador pelo PT no Rio de Janeiro, Lindberg (na foto ao lado de Lula) lidera a arrecadação de doações para campanha eleitoral.

O petista tem 28% das intenções de votos, segundo pesquisa do Ibope divulgada na última sexta-feira, e arrecadou R$ 4,15 milhões.

Cesar Maia (DEM) está com 30% e fez caixa de R$ 2,72 milhões. Candidato à reeleição, Marcelo Crivella (PRB) tem 34% e conseguiu levantar R$ 593,81 mil.

A margem de erro da pesquisa do Ibope é de três pontos percentuais; portanto, Crivella, Maia e Lindberg estão tecnicamente empatados.

 

Escrito por Hudson Correa às 12h26

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Fogo amigo: Maia pergunta "e agora José?"

"Há que se ter cuidado com as declarações sobre adversários: foi dito que Mantega era correto e Lula estadista. E agora José?"

A "cutucada" foi postada no Twitter neste domingo pelo candidato a senador pelo DEM no Rio, Cesar Maia, que está coligado com o PSDB e o PV, de Fernando Gabeira.

Ex-prefeito do Rio (2001 a 2008), Maia tem como um de seus pupilos o deputado Índio da Costa, candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB).

No início de agosto, Serra havia elogiado o ministro da Fazenda. "Quero dar o meu testemunho a respeito de Guido Mantega: é um homem correto".

Mantega comanda o ministério ao qual está subordinada a Receita Federal onde foram quebrados ilegalmente sigilos fiscais de tucanos e da filha de Serra, Verônica.

Escrito por Hudson Correa às 12h49

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Rasgando pesquisas

Além de exibir foto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seus adesivos de campanha, o presidenciável nanico Levy Fidelix (PRTB) passou a usar outro método pouco convencional de campanha. Ele aparece na TV rasgando cópias de jornais que publicaram pesquisas de intenção de voto.

 

Escrito por Hudson Correa às 15h41

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Recolha-se à insignificância de vossa excelência

Candidato a governador do Rio pelo PV, Fernando Gabeira relembra em sua campanha como "ato de coragem" um embate com Severino Cavalcanti (PP-PE), ex-presidente da Câmara dos Deputados, em 2005.

Atual prefeito de João Alfredo (PE), Cavalcanti, 78, ficou sete meses no cargo até renunciar ao mandato porque tinha vindo à tona que recebera propina de um empresário em troca de autorizar funcionamento de um restaurante dentro da Câmara.

Cavalcanti foi presidente da Casa justamente na época das investigações do Mensalão do PT, que era, entre tantas variantes, pagamento de dinheiro a deputados aliados ao governo Lula.

Por isso, na cena do embate com Gabeira, Cavalcanti está falando na mesa da Câmara sobre o Mensalão, que para ele não existiu.

Do plenário Gabeira quer fazer uma reclamação, mas não consegue a palavra. "Vossa excelência finge que não está vendo, mas já pedi há algum tempo", diz o verde. 

"Eu não ouvi. Vossa excelência falou muito baixo ou muito fino", responde Cavalcanti. Com a palavra, Gabeira passa uma descompostura no presidente.

A resposta do então deputado pernambucano entrou para os anais da Câmara.  

Escrito por Hudson Correa às 11h57

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Jingle de Popó mistura Rocky e batida Olodum

Pegue a música-tema de “Rocky, o lutador”, mixe com uma batida de Olodum e ei-lo: o jingle de Acelino Freitas, o boxeador Popó, que tenta uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições de 3 de outubro.

“É Popóóóó... é Popóóóó.... é Popóóóó... é Popóóóó.... Pra deputa-do-fe-de-ral, é Popó-pra-fe-de-ral, é miiiiiiiiiil !!!”.

Sob o número 1000, o ex-campeão dos ringues vai às urnas, na Bahia, pelo PRB, do vice-presidente José Alencar, do senador Marcello Crivella (RJ) e do ex-ministro Roberto Mangabeira Unger.

Popó declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de pouco mais de R$ 2 milhões. 

Escrito por Fernando Gallo às 13h32

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

'Puta' Deputada

Presidente da ONG Daspu, que reúne prostitutas do Rio, Gabriela Leite lançou sua campanha sem meias palavras. Pretende ser uma "puta deputada" para avançar na questão dos "direitos sexuais". "Os direitos sexuais são fundamentais. E a gente não tem que ter medo deles. Só assim nós vamos avançar na questão do aborto, da união civil homossexual e na questão das putas", disse ela no lançamento de sua candidatura, pelo PV. Ela defende a legalização do aborto, da união civil dos homossexuais, da prostituição.

Apesar de estar no Partido Verde, fez questão de gravar seu programa de TV com uma camisa vermelha-berrante com o nome de sua ONG. O lançamento de sua campanha teve a presença do deputado Fernando Gabeira (PV), candidato ao governo do Rio. "Espero que algumas coisas deixadas lá [na Câmara de Deputados] continuem nas mãos da Gabriela porque só uma mulher e uma puta vai conseguir avançar em algumas coisas que eu não consegui", disse Gabeira.

Escrito por Italo Nogueira às 12h56

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Até com o brasão da PF

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio autorizou o delegado e candidato a deputado federal Marcelo Itagiba (PSDB) a usar na campanha símbolo quase idêntico ao brasão da Polícia Federal.

Responsável por combater crimes eleitorais, a PF também se destaca em operações de combate à corrupção no Brasil. Não parece ser, portanto, mera coincidência Itagiba usar em seus panfletos de campanha o "brasão" acompanhado da frase: vote contra os corruptos.

Em primeira instância, a Justiça Eleitoral havia proibido o uso do brasão devido à semelhança com o oficial da polícia. Voto vencido, o juiz Luiz Márcio Pereira argumentou, segundo assessoria do TRE, que o "símbolo é idêntico ao da PF, apenas não tem o brasão da República, o que demonstra clara afronta à lei".

Itabiga comemorou e já anuncia que também "luta pelas artes marciais no Congresso".

 

Escrito por Hudson Correa às 10h52

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Candidato em SP dispensa uso de papel na campanha

Candidato a deputado estadual pelo PV, Claudinho Gaspar dispensa o uso de papel e material impresso em sua campanha.

Para conhecer as propostas do candidato, o eleitor terá que acessar sua página na internet.

Além de defender o meio ambiente, Claudinho quer melhorar a educação ambiental, proporcionar a inclusão digital e levar wi-fi grátis para todos os municípios.

Escrito por Tathiana Barbar às 10h24

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

"O senhor vai morrer?"

Político em campanha tem que ouvir de tudo.

Hoje à tarde, um internauta escreveu no Twitter que não votaria no presidenciável Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), 80, porque acha que ele, digamos, "virá a faltar" até 2014.

O candidato não perdeu a esportiva. Reproduziu o prognóstico em sua página e respondeu com bom humor.


Veja o diálogo:

diegomendz 
Não voto em @pliniodearruda por que não conheço seu vice. Velho do jeito que é, é bem capaz que não dure todo o mandato.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 19h15

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Com "boa ideia", Branquinha defende "cão terapia"

A advogada Branquinha Bittencourt (PT), candidata a deputada federal no Rio, aparece na TV e em comícios com um cãozinho nos braços. É que ela defende o projeto "cão terapia como um trabalho científico, onde o cão traz alegria e diversão às crianças, adultos e idosos".

O bichinho chegou a receber no corpo "adesivos" de candidatos, durante a caminhada "o Rio dá Bom Dilma", em Copacabana no dia 29 passado. Resta saber, se o cãozinho achou divertido quando a dona arrancou os adesivos e, como eles, provavelmente alguns pêlos.

Possivelmente por causa do final 51 de seu número de candidata, Branquinha usa o slogan "uma boa ideia, uma ótima ideia, uma excelente ideia"; referência criativa a certa marca de cachaça. Suas propostas, porém, são bem sóbrias e oxigenadas.

Segundo seu site (www.branquinhabittencourt.com.br), ela "defende os interesses das classes menos favorecidas, dos portadores de deficiência, dos taxistas, dos animais e dos trabalhadores do Rio de Janeiro". 

 

Escrito por Hudson Correa às 15h50

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Maconha Já!

Em apenas quatro segundos no programa eleitoral na TV, onde aparece com o desenho de uma muda de Cannabis sativa bordado na camisa, o candidato a deputado federal pelo PSOL do Rio Renato Athayde Silva, 36, o Renato Cinco, prega o fim da guerra aos pobres com a legalização da maconha.

"Nos últimos anos, Renato Cinco ficou conhecido do público por sua militância na Marcha da Maconha, porém sua trajetória começou muito antes", diz  o seu verde site de campanha, www.renatocinco.com.br .

Escrito por Hudson Correa às 14h14

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Romário: o número dois

Pesquisa divulgada pelo IBPS (Instituto Brasileiro de Pesquisa Social)  mostra o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) e o ex-jogador Romário (PSB) respectivamente como primeiro e segundo colocados nas intenções de voto para deputado federal. O levantamento diz que Garotinho teria 413.508 votos e o tetracampeão de futebol ficaria com 89.033. 

Na disputa para deputado estadual, o ex-jurado do Programa Sílvio Santos Wagner Montes (PDT) lidera seguido pela filha de Garotinho, Clarissa, que é vereadora do Rio pelo PR.

Registrada na Justiça Eleitoral com o número 74562/2010, a pesquisa fez 5.000 entrevistas entre os dias 24 e 26 de agosto no Estado do Rio.

Escrito por Hudson Correa às 13h56

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Más companhias de Cabral

 

Se o candidato José Serra (PSDB) tenta colar em Dilma Rousseff (PT) "companhias políticas indesejáveis" como José Sarney, Fernando Collor de Mello e Renan Calheiros, no Rio, as "más companhias" do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) usadas por seus adversários não estão no Senado, mas já estiveram na prisão. Dois vídeos rodam a internet. O primeiro, com imagens de Cabral fazendo campanha para Álvaro Lins, ex-deputado estadual cassado e condenado na Justiça Federal por formação de quadrilha, lavagem de bens e corrupção passiva. Ele chegou a ser preso mas responde ao processo em liberdade. O vídeo de apoio foi usado pelo candidato Jefferson Moura (PSOL) em seu programa de TV de quarta-feira (01/09).

No segundo, sem autoria, o governador inaugura obra em palanque ao lado do ex-deputado estadual Natalino Guimarães e o ex-vereador Jerônimo Guimarães, ambos acusados de envolvimento com milícia na zona oeste. No final do vídeo, uma constrangedora foto de Cabral ao lado de Natalino vestindo uma camisa com o símbolo do Batman, mesmo usado pela quadrilha "Liga da Justiça", como se autointitulava. O peemedebista argumenta que foi a Polícia Civil, comandada por ele, quem prendeu os dois políticos, atualmente no presídio federal de Campo Grande (MS).

Escrito por Italo Nogueira às 13h05

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Por trás dos panos

Há momentos em que a política acontece, literalmente, nos bastidores. Um exemplo claro disso ocorreu ontem. Enquanto José Serra, candidato do PSDB à Presidência, aguardava sua vez de discursar em evento no qual recebeu apoio de setores de quatro centrais sindicais, o seu programa de governo passava por uma revisão a poucos metros dali. Coordenador do programa de governo, Xico Graziano foi ao evento com um único objetivo: entregar um envelope pardo, com um calhamaço de 230 páginas com mais de uma centena de propostas dentro para a avaliação (e avalização) do candidato. Antes de entregá-lo, apresentou a papelada, finalizada na noite anterior, para um outro integrante da coordenação da campanha tucana, Caio Carvalho. O documento, se Serra aprová-lo, deve ser divulgado nos próximos dias. Até agora, o programa de governo do tucano resume-se à integra de dois discursos seus, antes do início oficial da campanha.

Escrito por Breno Costa às 11h51

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

PSOL é liberado para apresentar beijo gay

O PSOL ganhou na Justiça o direito de exibir um beijo gay no horário eleitoral gratuito.

 

Segundo a campanha de Paulo Bufalo, candidato do partido ao governo paulista, a cena não é uma apelação, retrata a diversidade existente na sociedade e as muitas causas defendidas pelo partido.

 

"O PSOL defende a livre orientação sexual e a união civil entre pessoas do mesmo sexo, ao mesmo tempo em que combate toda forma de preconceito, inclusive a homofobia, seja no imaginário da sociedade, na legislação ou nas políticas públicas", diz a legenda.

Escrito por Tathiana Barbar às 11h01

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

O Tiririca da Marina

Bernardo Mello Franco


Raul Seixas não morreu: vota em Marina Silva para presidente e quer virar deputado federal.

Em visita a Florianópolis, na última sexta-feira, a candidata queridinha dos artistas desfilou com um sósia do Maluco Beleza que tenta uma vaga na Câmara pelo PV.

O nome dele é José Cerino da Silva, mas o eleitor catarinense não precisa ficar sabendo. Quem digitar seu número na urna verá apenas Raul Seixas Cover. "Sou cover do Raul há 25 anos", explicou, antes de engrenar o papo de candidato. "Prefiro a música, mas acho que posso fazer algo paralelo como deputado".

Como bom aprendiz de político, ele já exagera para vender o peixe. Disse à Folha que parou Salvador ao visitar o túmulo do cantor, em 2007, e vive com a agenda lotada de shows. "Agora tive que cancelar um em Buenos Aires por causa da campanha", acrescentou.

O tom confiante é de quem nasceu há 10 mil anos atrás, mas a primeira experiência eleitoral foi ouro de tolo. Candidato a vereador em 2008, no pequeno município de Biguaçu (SC), o Raulzito verde teve apenas 80 votos. Nove a menos que Bastião do Eskina Lanche (PDT) e 90 atrás do Chico Bento (PP) -que, apesar da vantagem, também não se elegeu.

Escrito por Bernardo Mello Franco às 16h27

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Turbante vermelho

Contratado para prestar consultoria à equipe de José Serra na internet, o americano Ravi Singh se intitula guru de campanhas. Em seu site, se descreve como empreendedor. Tucanos atribuem a ele a autoria do mote "a hora da virada", visto apenas no site do candidato. 

O coordenador de comunicação da campanha, Luiz Gonzalez, não é o pai da ideia. Ninguém se responsabiliza pela contratação.

Nos bastidores, ele foi apelidado de guru do Índio, numa alusão ao vice Índio da Costa... 

Escrito por Catia Seabra às 15h48

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Como ser revolucionário, segundo Plínio

Durante um encontro com cerca de cem estudantes da Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) ontem à noite, o candidato a presidente pelo PSOL, Plínio de Arruda Sampaio, 80 anos, disse que correr da polícia é um bom caminho para ser revolucionário. Ele afirmou ter fugido de policiais no ano passado, aos 79 anos. Também deu outras dicas sobre desobediência civil. As imagens de seu discurso não possuem boa qualidade, pois foram gravadas com uso do celular pelo repórter.

Por falar nisso, Plínio disse a estudantes da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) que, se ele vencer as eleições, o Brasil sofrerá bloqueio comercial; bens de consumo vão sumir e os jovens terão que se contentar com "telefoninhos porcarias", ultrapassados.

O repórter perguntou a Plínio se ele não assustou os estudantes, geralmente fiéis aos celulares. "É uma questão de sinceridade, lealdade. Posso perder votos, mas não estou preocupado com isso", respondeu.

Escrito por Hudson Correa às 14h10

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

"Metralhadoras nunca me detiveram"

Candidato a governador do Rio pelo PV, Fernando Gabeira relatou no seu programa eleitoral desta quarta-feira na TV que enfrenta cerco de traficantes de morros cariocas em sua campanha. "Às vezes tenho que interromper uma visita para preservar a vida de cinegrafistas, fotógrafos, jornalistas e a minha própria", disse. 

"Metralhadoras nunca detiveram meus passos. Já perdi uma parte do fígado, do rim e do intestino numa luta contra a ditadura militar", acrescentou.

Escrito por Hudson Correa às 13h47

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Doações de campanha

A campanha de Dilma Rousseff (PT) à Presidência conseguiu arrecadar cerca de R$ 50 milhões, de 180 empresas, entre julho e agosto. O valor representa um crescimento de 330% em relação ao que o PT disse ter arrecadado no primeiro mês da disputa. A expectativa do partido é chegar a R$ 110 milhões até o final do primeiro turno, R$ 47 milhões a menos do que o PT estipulou como previsão de gasto.

Já o candidato do PSDB ao Planalto, José Serra, arrecadou até a última segunda-feira R$ 29 milhões. A cifra é oito vezes maior que o valor declarado na primeira prestação oficial do partido, de R$ 3,6 milhões, mas indica coleta menor do que o esperado. Faltando pouco mais de um mês para o primeiro turno, apenas um sexto dos R$ 180 milhões estimados chegou aos cofres do partido.

Marina Silva (PV), por sua vez, informou que a arrecadação de sua campanha chegou a R$ 13,6 milhões até ontem. Os números serão informados à Justiça Eleitoral até o fim da semana.

Escrito por Tathiana Barbar às 13h36

Comentários () | Enviar por e- mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog Presidente 40 Blog da Folha com notícias, análises e bastidores da política nacional, coordenado por Vera Magalhães, repórter especial do jornal em São Paulo.
Twitter Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.